Moradora quer levar internet gratuita para 500 famílias do Fundão do Ipiranga

A poeta Maria Nilda, também conhecida como Dinha entre os movimentos sociais e culturais atuantes no território conhecido como Fundão do Ipiranga, criou a campanha ‘Conexões Contra o Covid’, iniciativa focada em criar uma solução que democratiza o acesso à internet para 500 famílias que foram afetadas pela falta de entretenimento e informação durante a pandemia de coronavírus.

Por Tamires Rodrigues 29/05/2020 - 12:43 hs
Foto: Sandrinha Alberti
Moradora quer levar internet gratuita para 500 famílias do Fundão do Ipiranga
Região do Fundão do Ipiranga.

Criar uma infraestrutura de internet livre, comunitária e de qualidade para atender 500 famílias que moram na região do Fundão do Ipiranga, zona sul de São Paulo. Essa é a ação solidária colocada em prática pela moradora Maria Nilda, mais conhecida como Dinha entre os movimentos culturais e sociais do território. Ela lançou nas redes sociais o movimento ‘Conexões Contra o Covid’, que visa arrecadar fundos para viabilizar o projeto.

As famílias que irão usufruir do aceso à internet residem nos arredores do Parque Bristol e Jardim São Savério, ambos os bairros fazem parte da região conhecida como Fundão do Ipiranga.  O objetivo é impactar a vida de núcleos familiares que tiveram o acesso à informação no cotidiano afetado devido à pandemia de coronavírus.

A poeta Dinha acredita que a internet pode ajudar as famílias a passar por esse momento de isolamento, e observou isso quando ficou sem acesso à rede dentro de casa, com poucas escolhas para distração e trabalho. 

“Me senti sozinha e violentada, sem direito à comunicação, sem poder trabalhar, sem acesso a lazer, sem saída. Então eu recebi ajuda de umas amigas que sabiam da minha dificuldade. Recebi 150 reais e paguei as contas pendentes”, relata a moradora, descrevendo a sua situação ao ficar por alguns dias ser internet em casa.

Com poucos recursos para se distrair, a professora focou seu tempo em ler livros e planejar como poderia mudar essa situação, não só a sua, mas dos moradores do território onde mora. “Li, escrevi e planejei a campanha”, relembra.

Dinha iniciou uma mobilização no bairro para colocar o projeto ‘SP - Conexões Contra o Covid’ em prática. A iniciativa vai atender 500 famílias que vivem em habitações precárias à beira do córrego São Francisco, que faz a divisão de dois bairros: Parque Bristol e Jardim São Savério. Com os recursos arrecadados, será construído um “espaço virtual”, onde a senha do wifi será a mesma e todos os moradores do bairro poderão acessar.  Até o momento, a iniciativa já arrecadou 16% do valor necessário para montar a infraestrutura de internet comunitária.