No Capão Redondo, cursinho popular transforma podcast em ferramenta pedagógica

Diante da pandemia, os educadores do cursinho popular Carolina Maria de Jesus optaram por rever a sua forma de compartilhar conhecimento com os participantes do projeto de educação, que estam em busca de acessar o ensino superior e tirar boas notas no Enem.

Por Tamires Rodrigues 30/04/2020 - 18:31 hs
Foto: Carolina Maria de Jesus
No Capão Redondo, cursinho popular transforma podcast em ferramenta pedagógica
Podcast Fala Carolina, produzido pelo cursinho popular Carolina Maria de Jesus.

Como fazer uma educação popular em tempos de ensino à distância, em territórios periféricos, onde alunos e professores se deparam com sérios problemas de infraestrutura para acesso à internet? Essa questão envolveu educadores e alunos que fazem parte do cursinho popular Carolina de Jesus, que atua nos distritos do Capão Redondo e Jardim Ângela, na zona sul da capital, em um debate para refletir sobre novos formatos de conteúdo e linguagem pedagógica. 

A partir desta experiência pedagógica, Carine Nascimento, educadora no cursinho popular, elaborou juntamente com outros professores o podcast ‘Fala Carolina’, um programa semanal que é distribuído para os alunos, por meio de listas de transmissão no Whatsapp. Um dos objetivos é trabalhar a educação à distância, focando nos temas mais discutidos na atualidade, como o cenário da pandemia de coronavírus e as Fake News, que contrapõem a importância das pesquisas científicas.

No Carolina de Jesus, Nascimento atua como professora de interpretação de texto, fazendo um trabalho sobre a dificuldade de compreensão de temas, somente pelo distanciamento da linguagem. “Você não entende o que as pessoas estão dizendo”, afirma a educadora, fazendo uma referência direta sobre as dificuldades dos alunos para compreender a linguagem acadêmica ou a linguagem da universidade. Ela ressalta o sentimento dos estudantes das periferias que passam por esse processo. “Você se sente um idiota, você não entende o que as pessoas estão dizendo, você não tá habituado com aquela linguagem, com aquele jargão”, completa. 

O conteúdo do podcast também fica disponível no blog do cursinho, plataforma onde são publicadas as aulas e materiais de apoio aos estudos, relacionados aos temas abordados em cada episódio no ‘Fala Carolina’. 

A ideia de trabalhar a educação à distância por meio do podcast foi apenas uma extensão de algo que já era feito. “Nós escolhemos temas que dialogam com esse momento que a gente tá vivendo, a gente não quer fugir desse momento”, enfatiza Carine, abordando a necessidade de construir um debate sobre o atual momento da sociedade, de uma forma que prenda a atenção dos alunos e consiga ajudar eles durante a prova do Enem.

O primeiro episódico do ‘Fala Carolina’ abordou a importância do Sistema Único de Saúde (SUS).  O conteúdo vem carregado de referências de uma forma bem informativa e descomplicada, adaptada e pensada para não consumir muita internet do usuário. “Quando a gente migra de um canal presencial para o digital a gente tem uma série de desigualdades desenvolvidas. Nem todo mundo tem internet boa, nem todo mundo sabe usar os aplicativo que a gente tá propondo que as pessoas usem”, avalia a educadora. 

Ouça o podcast Fala Carolina.

O podcast é produzido com o uso de alguns efeitos sonoros que são disponibilizadas por bibliotecas livres na web. Para a edição do conteúdo, são utilizados os programas Audacity e Adobe Audition. A maior parte dos áudios são produzidos pelos educadores com suporte de ferramentas disponíveis no próprio celular. “A grande sacada é ter um roteiro, que dê conta de tudo sabe, tendo um bom roteiro a gente consegue ir de cabo a rabo, supera os desafios da conexão ruim, com um roteiro da hora.”

A todo o momento Carine relembra a necessidade de se aproximar da linguagem do aluno, porque segundo ela esse é um dos principais meios para retirar tantas pedras que tem no meio do caminho dele e ressalta: “nós somos um cursinho de educação popular, educação popular está baseada na teoria de Paulo Freire. Em Paulo Freire você lê o mundo antes de ler a palavra. Então assim, se for pra fazer educação popular e não está completamente mergulhado na realidade do aluno, do jeito que ele fala, então é melhor não fazer nada.”

Em meio a pandemia de coronavírus, o podcast se tornou um aliado importante do cursinho popular para continuar propondo debates importantes com os alunos que estam se preparando para as provas do Enem. Desta forma, o ambiente político, plural e participativo dos diálogos presenciais não se perde durante o período de isolamento social.