Concurso literário transforma escola pública em celeiro de novos autores

Os alunos com idade entre 12 a 14 anos e 15 a 17 que se inscreveram no concurso poderão ser contemplados com a publicação de textos nas categorias Poesia e PROSA. Além disso, eles estão concorrendo a um prêmio de 7 mil reais, que será anunciado no dia do lançamento da antologia.

Por Da Redação 20/08/2019 - 15:59 hs
Foto: Coletivo Mesquiteiros
Concurso literário transforma escola pública em celeiro de novos autores
Alunos reunidos durante a entrega da antologia na terceira edição do projeto, em 2018

Neste sábado (24), o concurso literário “Pode Pá Que É Nóis Que Tá” convoca familiares e alunos de escolas públicas da cidade de São Paulo para celebrar o lançamento de mais uma edição da antologia de poesia e prosa que reúne mais de 60 novos autores, representados por jovens e adolescentes das periferias de São Paulo. Aberto ao público, o evento acontece na biblioteca Mario de Andrade, na região central da cidade, a partir das 18h.

Para selecionar de maneira criteriosa e com uma olhar sensível para a produção literária, o concurso conta com um júri formado pelos escritores e poetas Simone Paulino, Marcelino Freire, Débora Garcia e Andrio Cândido.  

Criado há quatro anos pelo coletivo Mesquiteiros, o concurso atua como um programa de fomento à produção literária em escolas públicas das periferias, impactando jovens e adolescentes que produzem literatura, mas que possuem poucos espaços para expor e ter seu talento reconhecido.

Agenda

Concurso Literário “Pode Pá Que É Nóis Que Tá”

Local: Biblioteca Mário de Andrade

Endereço: R. da Consolação, 94 - República, São Paulo - SP, 01302-000

Data: 24 de agosto

Horário: 18h

Entrada: Gratuita