UniGraja celebra potencialidades do Grajaú com feira de produtores locais

Depois de mais de 400 horas de vivências em seis asas curriculares alicerçadas em saberes locais, educadores e jovens participantes da Universidade Livre Grajaú promovem evento de encerramento no dia 09 de dezembro

05/12/2018 - 15:00 hs

Com a proposta de apontar possibilidades de atuar como agentes de transformação social em um território onde vivem mais de 500 mil pessoas à margem da represa Billings, a UniGraja – Universidade Livre Grajaú encerra seu primeiro ciclo de formação com a Feira UniGraja.

O evento acontece no próximo domingo (09 de dezembro), no Parque Linear Cantinho do Céu, localizado às margens da represa Billings. Entre as 10h e as 19h, acontecem diversas atividades, como capoeira, oficina e passeio de bike, vivência náutica, rodas de conversa e uma feira com empreendedores locais. Para finalizar, artistas da região se apresentam em um sarau temático.

Antes da UniGraja, eu não imaginava o tanto de conhecimento que o lugar em que vivo poderia me fornecer”, conta Gustavo Gonçalves, de 17 anos, que participou de vivências de graffiti, desenho, fotografia, vídeo, design e redação jornalística. “Com as vivências, captei muita coisa, me enchi de conhecimento e agora eu olho e cuido bem mais do lugar em que eu moro”.

Território de conhecimento

A Feira UniGraja marca o encerramento do primeiro ciclo de formação da UniGraja. Idealizada por coletivos e organizações socioculturais locais que fazem da quebrada uma sala de aula, entre agosto e novembro aconteceram mais de 400 horas de vivências em seis asas curriculares: Reconhecimento de Território, Hip Hop, Permacultura, Produção Cultural, Comunicação e Empreendedorismo.

Com cerca de meio milhão de habitantes, o Grajaú é o distrito mais populoso da cidade de São Paulo. Mais da metade da população é negra, tem até 29 anos e encontra-se em situação de vulnerabilidade social. Por outro lado, a região tem forte histórico de lutas populares e uma efervescência cultural movida por pelo menos 160 agentes culturais identificados. 

As vivências da UniGraja mesclaram reflexão, ação e avaliação, e foram baseadas na experiência dos coletivos envolvidos e indicam algumas possibilidades que a rua oferece. A proposta é aproveitar os saberes e práticas acumulados por esses coletivos ao longo de anos e iniciar um processo de sistematização e construção de uma metodologia própria, horizontal, que aposta nas inteligências múltiplas de educadores e educandos.

A UniGraja é uma iniciativa da Associação Esporte Clube Vila Real (AECVR), Agência Cresce, Cooperpac, Ecoativa, Graja na Cena, Imargem, Meninos da Billings, Periferia em Movimento e Salve Selva. As atividades começam com apoio da Fundação Via Varejo por meio do programa Casas Bahia na Comunidade.

O programa Casas Bahia na Comunidade é uma iniciativa da Fundação Via Varejo que tem o objetivo de fortalecer e articular atores socioambientais por meio de um trabalho rede, visando potencializar o impacto social positivo em suas comunidades”, explica Lilian Sturm, coordenadora de Investimento da Fundação Via Varejo. Iniciado em 2014, o programa está presente em sete localidades entre São Paulo e Rio de Janeiro. “O projeto UniGraja, da rede do Parque Cocaia no Grajaú, é uma proposta inovadora. A Fundação Via Varejo só tem a agradecer e parabenizar a todos os coletivos da rede por todo o empenho, sucesso e alcance do projeto”, completa.

Confira a programação completa.

Programação

10h – Vivência em Yoga / Campeonato de futebol

10h40 – Vivências náuticas com o coletivo Navegando nas Artes; Roda de conversa sobre sustentabilidade com a Cooperpac

11h40 – Oficina de turbante com Pam

12h40 – Discotecagem com os DJs Wedson e Phil

13h40 – Oficina de dancehall com Felipe Berní

14h40 – Vivências náuticas com Meninos da Billings

15h40 – Apresentação musical – Laís

16h40 – Apresentação musical – Mmoneis

17h40 – Entrega de certificados – UniGraja

18h30 – Discotecagem UniGraja

Ao longo do evento: exposição com barracas de empreendedores.