Encontro discute direitos humanos, violência e genocídio da Juventude no Capão Redondo

Articulado pela Rede de Resistência Sul contra o Genocídio da população negra, indígena, pobre e periférica, o encontro tem a proposta de acontecer em diferentes regiões da cidade, como forma de mobilizar os movimentos sociais, coletivos culturais, serviços da rede de garantias e a população em geral.

Por Júlia Cruz 11/08/2017 - 14:52 hs

Discutindo táticas de resistência organizadas nas periferias das grandes cidades no combate à violência de Estado, o 2º Encontro da Rede de Resistência Sul contra o Genocídio da Juventude, organizado pelo Comitê Juventude Resistência, acontece neste sábado (12), a partir das 14h, no Centro de Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Limpo (CDHEP), localizado no Capão Redondo, zona sul de São Paulo.  

Fruto da organização de uma série de coletivos culturais da cidade que juntos usam variadas linguagens para fortalecer o movimento, a Rede de Resistência Sul contra o Genocídio luta em prol da defesa e garantia de direitos dos jovens das regiões periféricas que são alvo da violência promovida pelo Estado.

AGENDA

Local: CDHEP

Endereço: Rua Luís da Fonseca Galvão, 180, Capão Redondo - São Paulo.

Data: 12/08

Horário: 14h às 19h

Classificação Livre