Coletivo Audácia ocupa Sacolão das Artes para debater feminismo periférico

Retomando suas atividades, o coletivo coloca em pauta o debate "Minas à margem", com o objetivo de mostrar a outras mulheres o que é o feminismo e como ele atua nas periferias

Por Joice Soares 27/04/2017 - 14:40 hs
Foto: Foto Divulgação

Para debater sobre feminismo na periferia, a Coletiva Audácia promove neste sábado (29), a partir das 16h, uma roda de conversa no Sacolão das Artes, localizado no Parque Santo Antônio, zona sul de São Paulo.  Retornando e renovando suas atividades, o coletivo coloca em pauta "Minas à margem" com o objetivo de mostrar a outras mulheres o que é o feminismo e como ele atua nas periferias.

O evento conta com convidadas especiais, exposição feminina e doação de livros. Acontecerá também o "Sarau Respeita Elas" e para fechar a noite, acontece a festa que leva o mesmo nome do sarau, com direito a discotecagem e comes e bebes. Embora o evento seja voltado para o público feminino, homens também são bem-vindos no espaço.

A Coletiva Audácia foi fundado há 2 anos, por jovens moradoras das periferias da capital paulista. O objetivo é difundir o conhecimento sobre o feminismo e expandir a visibilidade de mulheres negras e periféricas através de atividades culturais e sócio-educativas.

Agenda

Minas À Margem - Audácia Resiste

Local: Sacolão das Artes

Endereço: Avenida Candido José Xavier, 577, Parque Santo Antônio

Data: 29/04

Horário: 16h

 

Entrada Gratuita