Coletivo Rebento lança websérie sobre a redução da maioridade penal

A exibição contará com projeção dos quatro episódios e também a entrega das recompensas para aqueles que contribuíram pelo Catarse.

Por Redação 16/03/2017 - 14:21 hs
Foto: Divulgação

Contando majoritariamente com os recursos obtidos por meio do site de financiamento coletivo, Catarse, o coletivo Rebento produziu 4 episódios, com duração de 13 a 18 minutos, que serão amplamente divulgados pelo canal do YouTube (/ofilhodosoutros) e Facebook (@ofilhodosoutros), sempre às 10h, até o dia (30) de março, e por parceiros. Antes do lançamento virtual, será divulgada uma pré-estreia em São Paulo no dia (21) de março, no centro da cidade a céu aberto, no teatro de contêiner da Cia Mungunzá. 

A exibição contará com projeção dos quatro episódios e também a entrega das recompensas para aqueles que contribuíram pelo Catarse, além disso, haverá uma exposição de fotos e das obras confeccionadas pelo artista Guilherme Augusto GAFI, responsável pela identidade da websérie.

O Coletivo Rebento é formado por jornalistas, documentaristas e artistas. Em 2015, deram início a produção da websérie "O Filho dos Outros" com o objetivo de ajudar a qualificar o debate público sobre a redução da maioridade penal. 

 

--- PRÉ ESTREIA "O FILHO DOS OUTROS" ---

Data: 21/03/2017, terça-feira, das 18h30 às 23h.

Local: Cia Mungunzá de Teatro, Rua dos Gusmões, 43 - Centro, São Paulo.

Entrada: Entrada gratuita.

Na ocasião serão vendidos comes e bebes.

Mais detalhes no evento do Facebook: Aqui!

Sinopse dos episódios e contatos para entrevistas 

 

PEA - episódio 1 

A equipe do coletivo Rebento acompanhou a situação do sistema socioeducativo do Ceará marcado por rebeliões, denúncias de torturas e maus tratos contra os adolescentes internos. Entrevistamos especialistas, entidades que acompanham a situação de perto e entramos em algumas unidades mostrando uma situação degradante e a necessidade de se repensar o modo de funcionamento do sistema.

 

Salmo 121 - episódio 2 

 No segundo episódio acompanhamos a história de mães e ex-internos que passaram pela antiga Fundação Estadual para o Bem Estar do Menor (Febem), atual Fundação Casa, e que contam a experiência da internação e os impactos sociais e psicológicos desse processo na vida dos jovens e de suas famílias.

 

Ovelha negra - episódio 3 

 A partir da história de pessoas que passaram pelo mundo do crime e das facções este episódio conta como foi o processo de formação do Primeiro Comando da Capital (PCC) no estado de São Paulo e os problemas da política de segurança que mais encarcera no país. 

 

Rolezinho - episódio 4

Este episódio é uma imersão no universo da juventude de periferia que se encontra em rolezinhos, bailes funks e redes sociais e afirma sua identidade na produção cultural e seus modos de comportamento. Porém, apesar da sociedade consumir suas músicas e seus signos culturais que essa juventude produz estes jovens são alvo de preconceito e criminalização.