Nós Mulheres da Periferia fortalece ativismo das mulheres pretas durante encontro cultural em Itaquera

Com a realização do evento “Mulheres Pretas: arte, cultura e resistência na quebrada”, o Coletivo Nós, mulheres da periferia mostrou mais uma vez o seu empenho em valorizar manifestações artísticas, políticas e sociais protagonizadas por mulheres pretas da periferia.

Por Da Redação 17/01/2017 - 13:17 hs

 

A repórter Tainara Cavalcante do Você Repórter da Periferia foi até o Ponto de Cultura do Instituto Reação Arte e Cultura, localizado em Itaquera, zona leste de Sâo Paulo, para interagir com a diversidade artística das ações que aconteceram durante o evento.

Formado por um time mulheres comunicadoras, o coletivo Nós, mulheres da periferia colocou em prática mais uma ação afirmativa em prol da luta da mulher preta periférica, organizando o evento no mês da Consciência Negra, em parceria com o projeto REDES Juventude Integrada, iniciativa criada pela União Popular de Mulheres de Campo Limpo e Adjacências, com apoio da Prefeitura Municipal de São Paulo, através da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, o Ministério do Trabalho e a Secretaria Nacional de Economia Solidária.

Organizada à base de shows de Rap, Ragga e Samba, rodas de conversa e uma feira de empreendedoras da periferia, a programação do evento serviu para destacar o valor do trabalho desenvolvido por mulheres pretas que estão produzindo e se articulando para promover o crescimento e o protagonismo de suas produções, enraizadas em temáticas como questões de gênero, igualdade racial, mercado de trabalho e políticas públicas.

Confira abaixo a matéria completa do Você Repórter da Periferia.